segunda-feira, 2 de setembro de 2013

Resenha {Livro} - Menina de vinte (Sophie Kinsella)

Boa noite caros leitores e leitoras do meu Brasil! Como vão indo? Espero que estejam bem ^-^
Hoje trago para vocês a resenha de um chick lit que li para o encontro desse mês do clube (ao qual acabei não podendo ir, mas valeu a leitura ^^).
Bem, antes da resenha, vou falar um pouquinho do que se trata o "chick lit: é um gênero de história onde a normalmente a protagonista tem entre 20 e poucos e 30 anos, não se dá bem com relações amorosas e sua vida começa a mudar de alguma maneira. Não sei explicar muito bem, mas é basicamente isso. É também conhecido por "Literatura de mulherzinha", mas acho o termo um tanto pejorativo. E dentre os tantos chick lits que existem, pude ne deliciar com o Menina de vinte, que minha amiga leitora e organizadora do Clube do Livro gentilmente me emprestou. Obrigada por me proporcionar tão maravilhosa leitura, Vivi ^-^
Agora,  vamos a resenha:
A história inicia com Lara indo ao funeral de sua tia-avó Sadie. Lara, uma jovem na casa dos 20 anos, tem passado por diversos problemas nos últimos dias: seu namorado, Josh, a largou sem dar explicações, sua amiga e sócia, Natalie, a deixou sozinha para cuidar para dos problemas da empresa, e ir ao funeral de uma tia-avó que ela nunca conheceu em vida não parece ser a melhor das ideias. Entretanto, seus pais acreditam que seja importante que a filha vá, e ela então vai ao funeral. Chegando lá, ela fica emocionada e envergonhada por não tê-la conhecido. Tudo corria como o planejado até que ela começa a ouvir uma voz perguntando sobre um colar.

“- Onde está o meu colar? Isso me fez pular. Viro a cabeça de um lado para o outro, mas, novamente, não há nada. O que há de errado comigo?”
(Sophie Kinsella, p. 36)

De início ela pensa que enlouqueceu de vez, porém em seguida descobre que a voz pertence à Sadie, sua tia-avó falecida. Sadie diz que precisa de seu colar para poder seguir em frente, e como somente sua sobrinha neta Lara é capaz de ouvi-la, só ela pode ajudar Sadie. Mas como achar o tal colar, é o que Lara se pergunta. Como era o colar? Por onde começar? E como ela irá lidar com seus problemas familiares, amorosos e do trabalho e ainda ajudar sua tia-avó a seguir em frente?
Numa narrativa deliciosa e engraçada, feita pela própria Lara, vamos descobrindo esses e outros “mistérios” que compõem a história. Dos demais personagens que fazem parte da história, me encantei por duas em especial: Kate, a jovem que trabalha com Lara, sempre muito prestativa e tentando ajudar Lara, e Ginny, uma das enfermeiras da casa de repouso onde Sadie viveu durante sua velhice.
E o que não posso deixar de comentar é a rica presença de referências aos anos 20, uma vez que se trata da época em que Sadie viveu quando jovem, sempre curtindo e aproveitando a vida. Sou apaixonada por essa época; as roupas, a música (Charleston *---*), são ótimas!
Quanto à diagramação, os capítulos não são muito curtos, mas a vontade de ler era tamanha que quando eu via já tinham ido três capítulos. E a capa é simples e fofinha. As “bonequinhas” na frente e atrás do livro são fofíssimas:

Amo essas lombadas grandonas ^-^

Livro mais que recomendado a todos os amantes de leitura. E agora mal posso esperar para ler mais livros do gênero ^-^

“Prontinho.”
- Sadie Lancaster

------------------------------------

E por hoje é só pessoal. Espero que tenham gostado da resenha :D
Beijinhos, tenham uma ótima semana e até a próxima.

495 páginas | 2° edição | 2011 | Galera Record



12 comentários:

  1. Oi Isabelle.
    Eu adoro Sophie Kinsella, risadas e diversão é coisa garantida.
    Acabei de comprar Menina de Vinte, espero poder ler em breve.

    Beijos
    Leituras da Paty

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Verdade, muitas risadas garantidas :D Mal posso esperar para ler os outros dela *-*
      Quando puder leia esse, vale muito a pena :D

      Excluir
  2. Oie :)

    Eu amo a Sophie também e irei comprar esse livro hoje hahaha, obrigado pela resenha tive a confirmação de que irei amar hahaha, beijos !!

    http://euvivolendo.blogspot.com.br/ ( comenta lá :D )

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. awm, de nada; fico feliz que tenha gostado da resenha :D Compra sim que vale a pena *-*

      Excluir
  3. Sophie Kinsella é uma das autoras que sempre quero ler mais coisas (só li os dois primeiros da Becky Bloom), mas sempre acabo deixando pra depois. Acho o título desse tão fofo!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Esse foi o primeiro livro que li da autora; agora quero ler todos os livros dela *-* O título é bem fofo mesmo :)

      Excluir
  4. Que coisa vc se preparou e não conseguiu ir ao clube do livro, que chato =/ mas como vc falou valeu pela leitura, essa autora é muito bem falada; tenho só um livro dela mas ainda não li, mas pretendo em breve.
    Muito legal saber sua opinião sobre esse livro =)

    P.s. Vc foi a Bienal do livro???

    Beijos
    Leituras, vida e paixões!!!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Aline :D Fui a Bienal sim; foi muito legal :D
      Beijinhos

      Excluir
  5. Olá! Eu sou louca pra ler os livros da Sophie mais ainda não li nenhum :( Adorei o post!

    PS: Voltei com o blog! Que tal dar uma passada lá?
    Beijos
    http://www.sonhandocomlivros.com/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Opa, pode começar por esse (eu fiz isso ^^')
      Que legal que voltou com o blog. Muito sucesso!

      Excluir
  6. Oi Isabelle!
    Adorei a sua resenha! Quando olhei pra capa do livro imaginei que fosse ser um livro bobo, água-com açúcar, mas quando li o quote foi paixão imediata!
    Já estou indo colocar esse livro na minha lista de leituras do Skoob pra não esquecer dele! (Já são tantos na lista que me perco às vezes).

    Beijusss;
    http://hipercriativa.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigada, fico feliz que tenha gostado da resenha ^-^
      É, pela capa não parece tão legal. Mas é maravilhoso; mega recomendo *-*

      Excluir