sexta-feira, 6 de dezembro de 2013

Resenha {Livro} - Lucíola (José de Alencar)

Boa noite caros leitores e leitoras do meu Brasil! Como estão indo?
Estou muito feliz. Mais um período concluído na faculdade com êxito (passei direto *-*); e nunca estive tão encantada e empolgada com a faculdade como estou agora :D Mesmo que às vezes bata aquela tristeza de "fim", eu penso que é apenas o começo, de mais estudos e mais aprendizados maravilhosos. Nunca tive tanta certeza do que "quero ser quando crescer" ^^'
Voltando ao assunto do post de hoje (senão eu fujo de vez :P) trouxe uma resenha de um dos livros que meu professor de Literatura Brasileira passou esse semestre para nós lermos (ele mandou que lêssemos só um trecho, mas sabe como é, não resisti quando vi que minha amiga tinha esse livro, e quando dei por mim já estava com o livro em mãos e quase terminando :P). Então, sem mais delongas, a resenha de um dos clássicos de nossa Literatura.

Lucíola conta a história de Lúcia, uma prostituta (cortesã) de luxo do Rio de Janeiro dos anos 1855. Tudo começa na festa da Glória, onde Sá e seu jovem amigo Paulo, que veio ao Rio de Janeiro passar um tempo, veem Lúcia. Paulo fica admirado pela beleza de Lúcia e deseja cortejá-la; entretanto Sá o adverte, dizendo que Lúcia não é tão pura quanto parece ser. Mais tarde, Sá explica ao amigo o que Lúcia faz para viver, imaginando que o amigo não iria querer cortejar a moça; porém, para sua surpresa, Paulo ainda quer conhece-la melhor. Após vê-la algumas vezes sem conseguir conversar com a jovem, Paulo fica com poucas esperanças. Até que Sá o convida para um almoço em sua casa, onde Lúcia também estará presente. No decorrer da tarde, seguinte ao almoço entre os convidados de Sá, todos conversam sobre coisas diversas, e por vezes a atenção se volta aos "hábitos" de Lúcia.

"- Tens razão, Laura, perdi a vergonha para ganhar o dinheiro de que precisas; e desci a este ponto, Nina, desde que me habituei a desprezar o insulto, tanto como o corpo que nós costumamos vender."
(José de Alencar, p.47)

Porém, apesar do que falam de Lúcia, Paulo ainda vê na jovem alguém diferente do que é falado. 
Com o passar do tempo, os dois se encontram mais algumas vezes e as visitas de um ao outro tornam-se frequentes, formando assim uma amizade entre os dois.

"- Pois o seu gênio enganou-se; fique sabendo que o senhor nunca me pode incomodar a qualquer hora que venha aqui! Nunca; ouviu?"
(José de Alencar, p.53)

No decorrer da história, questões acerca do passado de Lúcia vão sendo descobertas, aproximando-os (ou não) ainda mais.
A história, apesar de um tanto previsível, não deixa de surpreender com sua sutilezas. Um clássico da nossa Literatura mais que recomendado aos amantes da leitura ^-^

160 páginas | 1° edição | 2009 | Ciranda Cultural








6 comentários:

  1. Oi Isa,
    sou completamente apaixonada pelo José de Alencar. Lembro que o primeiro livro que li dele foi O Cortiço. Ainda não tive a oportunidade de ler Lucíola, mas quero muito ler, pela tua resenha pude perceber que é mais um dos clássicos que irei devorar.

    Beijos
    www.booksandmovies.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ainda não li "O cortiço", mas pretendo ler em breve, parece ser muito bom.
      Recomendo "Lucíola"; é uma boa história ^-^
      Obrigada pela visita.

      Excluir
  2. Adorei saber sua opinião sobre esse livro, adoro o autor. Sempre fui apaixonada pelos clássicos da literatura nacional ... Lembro que na época do vestibular eu tinha lido praticamente todos ... Muito bons, mas enfim adorei sua resenha. Parabéns.
    Sim fico feliz com seu sucesso na universidade, orgulhosa de sua certeza assim será uma ótima profissional. Beijos.

    Leituras, vida e paixões!!!!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigada Aline, fico muito feliz que tenha gostado da resenha ^-^
      Não posso dizer o mesmo, pois nunca fui muito de ler clássicos. Mas depois que ingressei na faculdade de Letras foi amor a primeira lida :D
      Ain, e obrigada *-* Espero mesmo poder ser uma boa professora de Literaturas, poder ajudar meus alunos a conhecerem histórias maravilhosas ^-^

      Excluir
  3. Nossa, eu sou amante de José de Alencar e li os livros dele na época do segundo grau. este não foi o meu preferido, mas preciso concordar que o autor sabe escrever muito bem!

    Beijos,

    Greice

    www.amigasemulheres.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. É um autor sensacional! Pena que não tenha gostado tanto desse, mas tem outros maravilhosos dele ^-^
      Obrigada pela visita.

      Excluir