segunda-feira, 5 de maio de 2014

{Pensieri} - "Feliz por nada"

Fonte: Tumblr

Num fim de semana de fevereiro, fui assistir uma peça no teatro do meu bairro com um amigo. Eu não estava com a mínima vontade de ir assistir a peça devido ao cansaço da semana, mas como já havia marcado com esse amigo, fui do mesmo jeito. Chegamos no teatro até cedo demais, ficamos conversando esperando a bilheteria abrir, compramos nossos ingressos e entramos no teatro para assistir a peça. Tá, tudo normal até ai. Então eis que aparece uma barata ENORME (juro que parecia um dinossauro) no palco. Ai uma corajosa mulher foi lá enfrentar o bicho, enquanto as demais (e me inclua ai :P) começaram a gritar e a sair do lugar. Por sorte, a mulher destemida matou a bendita da barata e todas pudemos voltar aos nossos lugares para assistir a peça. E ai está, o primeiro motivo que me deixou feliz à toa naquele dia: rir de mim e das outras mulheres no teatro com medo do baratasauro.
Começa então a peça. Entram em cena as duas atrizes, começam a falar, a contar piada, rir da vida e do que ela tem a oferecer. Ai uma delas solta essa frase (que dá nome a peça): Gosto de gente que é feliz sem motivo, feliz por nada. Pronto, mais um motivo para me deixar feliz naquela noite: o banal, o comum, o cotidiano. E assim valeu a pena ter ido ao teatro, mesmo com todo o sono que eu estava naquele dia.
Agora faço dessas minhas palavras. Também gosto de gente assim, que é feliz sem motivo para ser feliz; é feliz simplesmente porque é, porque quer ser feliz. Não tem "chave" para isso, baste se sentir assim e pronto! Tá, eu sei, é muito difícil. Acontecem tantas coisas que nos colocam pra baixo ao longo do dia, da semana, do mês, do ano. Nem sempre estaremos felizes, animados. Então que tal aproveitar ao máximo esses dias quando a felicidade parece que vai nos explodir? Eu não quero que esse post seja algo do tipo "auto-ajuda" (cruz credo, odeio esse gênero O.O), só quero mesmo compartilhar com vocês o que tem me mantido no últimos dias: tentar ser feliz sem motivo, simplesmente porque eu quero e ponto! E não é que tem funcionado? Às vezes eu chego em casa, à noite, cansada, frustada, com raiva do mundo... ai eu paro e penso: Vou deixar isso para amanhã; agora eu vou é dormir. Ai quando eu acordo, parece que tudo some. Claro, meus problemas não vão embora de uma hora para outra (quem dera... :P), mas meio que "ameniza" a situação, sabem? É estranho e maravilhoso ao mesmo tempo *-*
Ps.: Por favor, não durmam durante uma prova de concurso ou quando seu chefe chato(a) estiver perturbando seu juízo; esperem chegar em casa e dormir EM CASA! Ou se quiserem durmam nessas ocasiões, mas depois não reclamem comigo :P
Ps².: (amo usar post-scriptum num post :P) Estou participando de um projeto fotográfico pelo instagram onde temos que fotografar algo em nosso dia a dia que nos deixe feliz; e isso usando a tag #100happydays. Mais informações do projeto aqui e aqui vocês podem acessar meu instagram (olha o merchan P) e ver as fotos que eu faço por dia ^-^
(Isabelle Brum)
---------------------------------------------------------- 
Yeah, mais um post de (in)utilidade pública \0/ ou melhor, um post sem noção de uma mente louca :P
Então, o que acharam?
Críticas, sugestões, digam tudo!

4 comentários:

  1. Oi Isabelle! ^^
    Adorei o post. Também sou uma feliz sem motivo.
    Ou talvez seja feliz porque tenho todos os motivos do mundo.
    Não sou cheia de amigos ou milionária, mas acho que ter onde morar e ter o que comer SEMPRE já é um motivo enorme para ser feliz.
    Claro que algumas coisas deixam a gente mais feliz ainda. Livro novo, estar com quem a gente ama, esse inverno lindo cada vez mais próximo...
    Mas às vezes nos deixamos sabotar nossa felicidade pelos problemas que aparecem. Que muitas vezes nem são problemas, são apenas coisas que não saíram como queríamos, mas quem disse que estamos no comando.
    O jeito é como você diz, posso resolver agora? Não? Então vou dormir tranquila. As coisas parecem realmente menores depois de uma boa noite de sono!

    Beijusss;
    http://hipercriativa.blogspot.com.br/
    https://www.facebook.com/BlogMenteHipercriativa

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigada Helaina, fico muito feliz que tenha gostado do post ^-^
      Ser feliz é o que importa, apesar dos "pesares"; hihi, livro novo é um bom motivo de felicidade!

      Excluir
  2. Gostei do post, diferente mas com uma linda mensagem.
    Uma vez me disseram que ser triste é mais fácil, por isso tantos os são. Ser feliz requer esforço, determinação e esperança. Além da vontade de mudar o que não nos agrada. Enfim parabéns pelo exemplo e pela determinação.

    P.s. No caso do teatro eu acho que eu seria como a mulher que subiu no palco e matou a barata. Ôh bicho asqueroso, mato todos que passam na minha frente. Tenho mais raiva e nojo que medo.

    Leituras, vida e paixões!!!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigada Aline, fico muito feliz que tenha gostado do post ^-^
      De fato, ser triste é mais "fácil"; mas no fim, ser feliz, por mais difícil que seja, é o que compensa ;) Vale a pena arriscar, enfrentar a vida e viver feliz.
      E você é corajosa, hein?! Eu fiquei paralisada por causa da barata XD Tenho muito medo desses bichos O.O

      Excluir