quarta-feira, 4 de junho de 2014

Resenha {Livro} - Praticamente inofensiva (Douglas Adams)

Boa tarde caros leitores e leitoras do meu Brasil! Como estão?
Desculpem-me pelo sumiço. Maio foi um mês bastante corrido e junho começou com agitação total!! Tenho tantas novidades para contar... mas isso fica para outro post ;)
Anyway, inicio hoje as postagens de junho com a resenha do último livro da famosa trilogia de cinco livros de Douglas Adams. Então, sem mais delongas, vamos a resenha :)

E chega o "fim" das aventuras de Arthur Dent e Ford Prefect. Nesse "último" livro da trilogia de cinco (último entre aspas por que tem um sexto livro que não é de autoria do Douglas Adams, então muitos não o consideram como parte da série ^^') cada personagem aparece sozinho em situações diferentes.
Arthur Dent estava viajando com Fenchurch pela galáxias quando subitamente ela desaparece, deixando Arthur desolado. Assim, ele acaba indo a vários planetas em busca de algo que seja o mais parecido possível com a Terra, chegando a planetas como EAgora (um planeta completamente entediante) e Lamuella (onde se estabelece como o fazedor de sanduíches e acredita ser o mais parecido possível com a Terra).
Enquanto isso, Ford Prefect retorna a sede do Guia e descobre que tudo mudou, o Guia fora comprado por uma empresa chamada InfiniDin e está agora sob nova gerência. Ele fica bastante irritado com essa mudança e resolve descobrir o que está por trás disso, passando por situações inusitadas (até mesmo para essa série XD) enquanto está no prédio do Guia.
Temos ainda a presença de uma nova personagem, Tricia, uma repórter britânica que passa por experiências com alienígenas do 10° planeta recém descoberto, o Planeta Rupert.
Junte a isto a volta inusitada de Trillian e seu envolvimento com Arthur. 

"[...] Nada viaja mais rápido do que a velocidade da luz, com exceção talvez das más notícias, que obedecem a leis próprias e especiais [...]"
(Douglas Adams, p.5)

Cheio de ironias como só as histórias de Douglas Adams conseguem, essa conclusão da série não é exatamente uma conclusão. Algumas questões dos livros anteriores foram esclarecidas, entretanto outras surgiram ao longo da história e acabaram não sendo respondidas, como o sumiço de alguns personagens (senti falta do Marvin).
Achei esse livro parece um tanto desconexo dos demais, como um livro extra. Mas o isso não o faz um livro de todo ruim. É bem louco, mais louco até que os anteriores, mas é bom. Confesso que no começo tive certa dificuldade para ler, mas depois a leitura foi fluindo e quando vi já havia terminado de ler o livro.

De qualquer forma, leitura recomendada. Só é uma pena que essa série tenha chego ao fim. Sentirei falta de Arthur, Ford e Cia.

191 páginas | 1° edição | 2010 | Arqueiro






10 comentários:

  1. Oi Isabelle :)

    Essa série está nas minhas metas, devido a tantas indicações de blogueiros e também de amigos. Beijos!

    http://euvivolendo.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá, obrigada pela visita :D
      É uma série muito boa, recomendo a leitura ;)

      Excluir
  2. Amiga que bom que voltou, estava com saudades!!!
    Adoro saber mais sobre essa série, preciso me empolgar para ler. Tenho curiosidade. Mas tenho medo de não me envolver. Pelo que leio em resenhas como a sua acredito que ele vai me tirar da zona de conforto, porque não tenho costume de ler livros no estilo. Mas enfim espero iniciar essa aventura no segundo semestre.
    Beijos

    Leituras, vida e paixões!!!

    P.s. Fiquei curiosa para saber suas novidades!!!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oiiii!
      Também estava com saudades desse espaço e de todos ^-^
      Opa, leia sim. É uma série um tanto para "sacudir", sabe?! Diferente e ao mesmo tempo tão "próxima". Mega recomendo ;)

      Excluir
  3. Hey
    A menina que ajuda lá no blog que resenha essa série, sempre de forma positiva.
    Eu só assisti a adaptação e apaixonei pelo robô deprê haha
    E as páginas são curtas, leitura de um dia.

    Novidades são sempre boas *.*

    bjs e um ótimo final de semana
    Nana - Obsession Valley

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá ^-^
      O Marvin é um amor <3 Gosto mesmo desse robozinho maníaco depressivo XD
      É uma boa leitura.

      Excluir
  4. Douglas Adams é um MESTRE. Como um cara consegue fazer um enredo tão sem noção e totalmente com sentido ao mesmo tempo? É insano!
    Saiu um novo livro com contos dele e estou bem curiosa para ver como vai ser.

    Um beijo,
    Luara - Estante Vertical

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Luara :)
      Ele é um gênio! Poucos (ou quase nenhum) consegue escrever como ele. Ele trouxe coisas totalmente inusitadas que casam bem com nosso cotidiano. É incrível!
      Também quero ler o novo livro dele *-*

      Excluir
  5. Oi Isabelle! ^^
    Tenho muita vontade de ler os livros da série. Já assisti o filme, mas nunca é a mesma coisa.
    Gostei muito da sua resenha, Fiquei com ainda mais vontade de ler.


    Beijusss;
    http://hipercriativa.blogspot.com.br/
    https://www.facebook.com/BlogMenteHipercriativa

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Helaina :D
      Quando puder, leia sim. Vale muito a pena!
      O filme é como uma junção de todos os livros. Eu até curti, mas achei também que ficou meio confuso :x (mesmo para essa série XD)

      Excluir