quinta-feira, 6 de agosto de 2015

Maratona Literária de Inverno e como eu falhei miseravelmente nela

Sorry Barney, I've failed.

Eu tentei. Eu juro que tentei concluir essa maratona literária. Era fácil, eles disseram; você terá tempo, eles disseram; aproveite as férias da faculdade, eles disseram... Eu só não contava com uma coisinha: Eu iria ler tudo quanto livro, menos os da maratona. 

Li mesmo, de tudo um pouco, sem dó nem piedade. *muahahahaha* (risada do mal)

Eu até que comecei direitinho seguindo os livros que havia selecionado (Ordem, seu lindo <3); mas levei DUAS semanas lendo esse bendito desse livro enorme; daí começou a desandar tudo!
Quando terminei de ler, pensei: "Ah, não vai fazer mal se eu ler um livrinho fininho antes de pegar o livro da segunda semana ou até mesmo o da terceira semana..." Eis então que pego o Homem-Formiga: Inimigo Natural para ler, pois havia acabado de chegar na livraria e eu estava louca para ler (eu já falei que trabalhar dentro duma livraria tem lá suas desvantagens?!). Comecei a ler, me empolguei toda na leitura (ôh livro danado de bom *-*), terminei em alguns dias e estava pronta para ler o da maratona... e aí eu me lembro que ainda tinha o livro do Clube do Livro Campo Grande pra ler: A Arma Escarlate, da autora brasileira Renata Ventura (uma fofa <3), com suas 485 páginas.
Eu juro que o livrão me encarou assim O.O

E lá fui eu ler. Chorei, ri, me irritei com o Hugo (protagonista da história - mas isso já é assunto pra outro post), terminei de ler o livro em uma semana, bem a tempo para o clube do livro, conheci a fofa da autora, autografei meus livrinhos (no fim das contas, acabei comprando o dois também - não disse que trabalhar numa livraria tem lá suas desvantagens?! :S) e depois disso só me restaram DOIS dias de maratona literária.

Ler três livros em dois dias?! Impossibru!

E assim eu falhei miseravelmente em concluir essa maratona. Mas... (tem sempre um "mas") teve um lado bom na minha tentativa falha de terminar a maratona: eu li como se não houvesse o amanhã *-------* Li tudo o que tinha vontade de ler desde o começo do ano mas não podia por causa da faculdade.
Percy Jackson aproves

No final das contas valeu a pena. E nem ressaca literária eu tive após ler esses livros (maravilhosos, por sinal *-*).

---------------------------------------------
O post INutilidade pública de hoje chegou ao final. Por hoje é só e até a próxima.

3 comentários:

  1. Olá Isabelle,
    Você trabalha em uma livraria? *vomitando arco-iris*
    Acho que o válido foi você ter tentado. Já sabe que na próxima deve escolher livros diferentes!
    Falhei também em uma maratona que me propus, mas estamos aí haha
    Beijos
    http://mileumdiasparaler.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  2. Oi, Isabelle! Seu post ilustra exatamente o motivo de eu não encarar nenhum tipo de maratona, hahaha. Sou muito de momento, às vezes, até coloco na cabeça que preciso ler tal livro, mas e se eu não estiver com vontade? Acho que se forçar a ler uma certa quantidade em um tempo limitado dá um tom obrigatório que eu fujo! Sem falar que, ao ler um atrás do outro, pode ser que a pessoa nem aproveite o que cada um tem a oferecer direito, sabe? Mas que bom que você seguiu suas vontades e conseguiu ler vários livros legais, independente da maratona! Um beijo.
    Lis | umareescrita.com.br

    ResponderExcluir
  3. Eitaaa, Isabelle. Que loucura hein? Ahh que pena que não conseguiu ler os livros da maratona, mas pelo menos leu alguma coisa né?! Imagino como deve ser difícil trabalhar em uma livraria. Todo o meu salário voltaria pra loja hahaha. De qualquer forma, mesmo que a gente não consiga ler tudo, adoro maratonas literárias. A gente consegue colocar uma gás nas leituras que é muito bom. Beijoos, flor.
    Mais amor, mais livros
    Canal
    Facebook

    ResponderExcluir