quinta-feira, 24 de dezembro de 2015

Resenha {Livro} - Deixe a neve cair (John Green, Maureen Johnson, Lauren Myracle)

Escrito por três autores (Maureen Johnson, John Green e Lauren Myracle), Deixe a neve cair trás três pequenas histórias - cada uma contada por um escritor - sobre "a magia do natal" e o amor que acontece quando menos se espera.
Passadas na véspera, na noite e após o natal, as histórias acontecem na pequena cidade de Gracetown durante uma forte nevasca que deixa todos "presos" no local. As histórias se entrelaçam e se complementam, havendo ocasionais encontros das personagens de uma história nas outras (a maioria das personagens aparecem nas três narrativas, mesmo que sejam apenas mencionadas).
Comentarei agora um pouco sobre cada história isoladamente, e prometo que não darei spoiler ;)

O expresso Jubileu (Maureen Johnson)
Jubileu, uma jovem apaixonada, estava bastante empolgada com a noite de natal que passaria com o namorado, Noah. Tudo corria bem até que uma notícia inesperada faz com que Jubileu tenha que mudar seus planos e embarcar numa viagem de trem para passar o natal com seus avós. Porém, uma nevasca acaba mudando novamente o destino de Jubileu, que acaba indo parar na pequena cidade de Gracetown, onde descobrirá enfim o que é o amor verdadeiro.

"Meu nome tem muito a ver com esta história e, como eu disse, era a tarde antes do Natal. Eu estava em um daqueles dias em que você sente que a vida... gosta de você. As provas tinham acabado e a escola estaria em recesso até depois do ano-novo. Eu estava sozinha em casa, que estava bem aconchegante e acolhedora [...]"
(Maureen Johnson, p.10)

"[...] Já tinha visto lufadas de neve e mesmo neve firme que cobria dois a cinco centímetros, mas aquilo era grudento e pesado, e os flocos eram do tamanho de moedas. Dentro de segundos, eu estava ensopada [...]"
(Maureen Johnson, p.50)

O milagre da torcida de natal (John Green)
Na véspera de natal, três inseparáveis amigos  - Tobin, JP e Duke - ficam presos na casa de Tobin por conta de uma grande nevasca que atingiu sua cidade, Gracetown. O que os três não esperavam era que Keun, seu amigo e funcionário da Waffle House da cidade, precisaria da "ajuda" deles para tentar conquistar um grupo de líderes de torcida (que ficaram presas na cidade após uma nevasca atrapalhar a viagem de trem delas) - o que ocasionará na maior aventura do trio até chegarem ao amigo, além de uma surpresa super fofa.

"[...] Uma luz distante na rua iluminava a neve como um bilhão de estrelas cadentes em miniatura. E, ainda que odiasse incomodar meus pais ou privá-los de um Natal em casa, não pude evitar desejar mais neve."
(John Green, p. 125)

"Não num castelo nem numa mansão, mas numa Waffle House encontraremos salvação! - gritei."
(John Green, p.187)

O santo padroeiro dos porcos (Lauren Myracle)
Addie é uma verdadeira "rainha do drama". Após brigar com seu namorado por este não expressar seu amor por ela como ela esperava (ao extremo), Addie se sente sozinha e devastada. Mas suas duas melhores amigas, Dorin e Tegan, farão de tudo para que a amiga se sinta mais feliz; e, nesse processo, ela descobrirá que a vida não gira em torno dela, não é feita de extremos e a amizade, assim como o amor, existem para todos.

"Ser eu era uma droga. Ser eu naquela noite supostamente estonteante, com a neve supostamente estonteante se acumulando em montes de um metro e meio do lado de fora da janela do meu quarto era duplamente uma droga. Acrescentando a isso o fato de ser Natal, minha pontuação subia para triplamente uma droga [...]"
(Lauren Myracle, p. 207)

"- Você só precisa dar uma boa olhada em si mesma, mudar o que precisa ser mudado e seguir em frente, querida."
(Lauren Myracle, p. 281)

As três histórias são bem escritas, com personagens cativantes e verossímeis: você percebe que poderia ser um deles ou que eles (e seus amigos) poderiam ser pessoas próximas de você. E é possível perceber o crescimento de cada personagem ao longo das narrativas (apesar de serem curtinhas).
No final ficou difícil escolher minha história favorita, pois as três possuem seus altos e baixos, mas sem dúvida a historinha da Jubileu foi a que mais me encantou (o que se deve, provavelmente, aos personagens secundários, os quais não citei para não estragar a surpresa ^-^).
Leitura mais do que recomendada, especialmente para essa época maravilhosa de fim de ano <3

------------------------------------------------

Falando agora um pouquinho dos aspectos visuais do livro, a edição da Rocco (lançada em 2013) possui uma diagramação simples e bonita, assim como a capa, que remetem sempre à neve.

Capa e contra capa fofas ^-^
Detalhes no início de cada capítulo <3

335 páginas | 1° edição | 2013 | Rocco





Nenhum comentário:

Postar um comentário