quinta-feira, 21 de abril de 2016

Resenha {Livro} - A maldição do tigre (Colleen Houck)

Livro cedido em parceria com a editora Arqueiro para resenha ♡

Kelsey, uma jovem do Oregon que mora com um casal de tutores e seus filhos após perder os pais num trágico acidente, terminou o Ensino Médio e está prestes a iniciar a faculdade; antes, porém, ela decide arrumar um emprego temporário e encontra um num circo itinerante, onde deverá ajudar a cuidar de um belo tigre branco.
Chegando lá, ela logo fica fascinada pelo tigre, e não apenas por sua beleza incomum, mas também pelo comportamento do tigre diante dela (bastante calmo, e dócil), completamente diferente do convencional de um tigre (principalmente quando este ainda desconhece a pessoa). Mesmo achando seu comportamento estranho, ela sente uma certa "ligação" com o tigre, que apelida carinhosamente de Ren (o nome verdadeiro dele é Dhiren), criando quase que um vínculo de amizade com ele.
Após alguns dias trabalhando no circo com o tigre, Kelsey recebe uma misteriosa proposta de um senhor chamado Kadam: ele diz que deseja levar o tigre para morar em seu habitat natural na índia e propõe que Kelsey vá junto, uma vez que ela já conhece o tigre e assim ele não ficaria muito nervoso durante viagem.
Embora relutante no começo, Kelsey acaba aceitando a proposta e, ao chegar na Índia, um país completamente diferente do seu, desde a culinária ao transporte, parte na na viagem rumo ao local onde o tigre deverá viver, indo somente ela acompanhando o animal. Tudo parecia ir bem até que os dois acabam se perdendo do motorista que os conduzia, estando o tigre solto e Kelsey desnorteada com a situação, mesmo com o tigre andando tranquilamente e aparentemente a um local que ele conhece. Kelsey o segue e acaba encontrando uma cabana no caminho, onde decide procurar ajuda; e é quando ela se depara com um homem muito bonito, de aspecto nobre, vestido com típicas roupas indianas no lugar onde antes estava Ren, o tigre, e ele alega ser o próprio.

"Mesmo descalço e vestido com roupas simplórias, parecia alguém poderoso. E mesmo que não fosse bonito - e ele era extremamente bonito - eu ainda me sentiria atraída por ele. Talvez fosse seu lado tigre. Os tigres sempre me pareceram majestosos. Ele era tão bonito como homem quanto como tigre."
(Colleen Houck)
O tal homem começa então a explicar a ela que ele e seu irmão foram amaldiçoados há mais de 300 anos e portanto fadados a viverem eternamente como tigres; e ainda que ela terá um papel fundamental para quebrar a maldição, sendo ela uma espécie de "escolhida" para realizar esta difícil tarefa.
Assim, os dois partem em missões por toda a Índia onde serão auxiliados pelos deuses hindus - em especial, pela deusa Durga - a fim de quebrarem a maldição que amaldiçoa Ren e seu irmão, Kishan.

Faz um bom tempo que recebi duas recomendações confiáveis de ler essa série (obrigada às amigas Alexandra e Luciana pela indicação), mas sempre deixava de lado por conta de outras leituras que estavam na fila. Até que esse ano, após o primeiro encontro do Clube do Livro de Itaguaí (post sobre o clube aqui), onde foi dito que o próximo livro discutido seria A maldição do tigre (na verdade a série, mas só tive tempo de ler um :P), decidi dar uma chance ao livro e li, sem medo do amanhã. Qual não foi minha surpresa quando me deparei com uma história incrível, super bem escrita, que prende o leitor do início ao fim e nos deixa ávidos por saber mais?! Sem falar da vontade enorme que deixa de conhecer a mitologia hindu (como Percy Jackson também me deixou com vontade de conhecer a mitologia greco romana), as capas (lindas, maravilhosas), e os personagens mais cativantes do mundo (Sr. Kadam <3). Me apaixonei pela série e mal posso esperar para ler o segundo (e os outros *-*), que já estão na minha meta de leituras desse ano.
Leitura mais do que recomendada!

311 páginas | 1° edição | 2011 | Arqueiro



Um comentário:

  1. Belle menina nem acredito que você gostou dessa série, já li tantas opiniões negativas que acabei evitando ao máximo a série, mas agora acabei ficando curiosa. Quem sabe eu embarque no mundo hindu contido nessa história em algum momento. Bom demais ver sua opinião. Beijos e parabéns pela leitura!!

    Leituras, vida e paixões!!!

    ResponderExcluir