segunda-feira, 4 de julho de 2016

Resenha {Livro} - Harry Potter e as Relíquias da Morte (J.K. Rowling)

E chega ao "fim" a saga de Harry Potter - e o final do desafio/projeto #vamosrelerHP (que eu terminei de reler em abril mas só fiz a resenha agora; shame on me :S). Anyway, já aviso: a resenha contém spoilers dos livros (e filmes) anteriores - e vocês podem ler as respectivas resenhas clicando aqui (livro 1), aqui (livro 2), aqui (livro 3), aqui (livro 4), aqui (livro 5) e aqui (livro 6).
Agora, vamos enfim à resenha *-*
O mundo está ameaçado! Voldemort retornou com todo seu poder e glória do passado, o que inclui reunir seus seguidores, os Comensais da Morte, que agora comandam o mundo bruxo, desde o Ministério até Hogwarts. E a fúria do terrível bruxo está cada dia maior por não ter ainda alcançado seu principal objetivo: matar o jovem bruxo Harry Potter.

"- Cuidarei do garoto pessoalmente. Cometeram-se erros demais com relação a Harry Potter. Alguns foram meus. Que Potter ainda esteja vivo deve-se mais aos meus erros do que aos meus êxitos."
(J.K. Rowling, p. 13)

Não apenas o mundo bruxo está sofrendo com a opressão do Lorde das Trevas: o mundo trouxa também está em perigo, com diversas mortes de trouxas ligadas ao bruxo e seus seguidores.

"- Esses acidentes não são acidentes, as colisões, as explosões [...] As pessoas estão desaparecendo e morrendo, e é ele que está por trás de tudo: Voldemort [...]"
(J.K. Rowling, p. 32)

Enquanto isso, Harry está deixando a casa de seus tios, os Dursley - bem como o mundo trouxa - para trás e com a ajuda de bruxos ainda fiéis aos ideias de Dumbledore, como Lupin, Tonks e Moody, parte em direção à Toca, residência da família Weasley, onde acontecerá o casamento de Gui, irmão mais velho de Rony, Fred, George e cia., e Fleur Delacour - apesar dos acontecimentos recentes.
Harry planejara sair de lá logo após o casamento para ir atrás de Voldemort e combatê-lo sozinho (sempre o complexo de herói ¬¬), porém uma notícia inesperada faz com que ele e seus sempre leais amigos, Rony e Hermione, saiam de lá imediatamente e praticamente fugidos, porém sem deixar de levar alguns presentes que Dumbledore lhes deixara em testamento - o que desagradara bastante o então Ministro da Magia, Rufus Scrimgeour, que ficara incumbido de lhes entregar os objetos (o Ministro da Magia mais chato de todos! Saudades do Fudge nessa hora ¬¬').
Agora, correndo contra o tempo para decifrar as pistas deixadas por Dumbledore através destes objetos - fundamentais em sua missão em derrotar o Lorde das Trevas -, sendo procurados pelas autoridades bruxas por terem usado magia fora da escola sendo ainda menores de idade, Harry, Rony e Hermione terão que se arriscar (de novo!) para salvar o mundo bruxo - e, consequentemente, o mundo trouxa -, colocando à prova sua amizade, lealdade e coragem.
Fortes emoções (muitas mortes de pessoas queridas estão por vir, então preparem os lencinhos), surpresas e aventuras aguardam o leitor neste volume, que "encerra" a saga do menino que sobreviveu. Um livro (e série) para ser lido, relido e para sempre apreciado (a magia nunca terminará!).

590 páginas | 1° edição | 2007 | Rocco








Nenhum comentário:

Postar um comentário