quinta-feira, 11 de agosto de 2016

Resenha {Livro} - A viagem do tigre (Colleen Houck)

Se você ainda não leu as resenhas dos livros anteriores, confira-as em:

Após ser enfim resgatado por Kelsey, Kishan e cia. livro anterior, Ren continua não se lembrando de Kelsey, do tempo que passaram juntos, tampouco sua participação fundamental na quebra da maldição, o que deixa a jovem cada vez mais triste.
Kishan, por sua vez, está completamente apaixonado pela garota, e portanto fará de tudo para conquistá-la, ainda mais agora que Ren não se lembra do grande amor que sentira por ela - contando ainda com o amor que Kelsey também sente pelo irmão de Ren.

"- Ela me fez mudar.Estou me esforçando muito para me transformar no tipo de homem que ela precisa, no tipo de homem que ela já acredita que eu seja."
(Colleen Houck, p. 22)

Assim, Kelsey se verá divida, tendo que decidir entre aqueles que ama sem, no entanto, magoar o outro.
Enquanto isso, o Sr. Kadam continua realizando suas pesquisas para quebrar outra parte da maldição, descobrindo que dessa vez os três (Kelsey, Ren e Kishan) deverão ir em busca de cinco dragões a fim de encontrar outra relíquia de Durga, que mais uma vez os auxiliará em sua busca. Entretanto a busca pelos dragões não será tão simples quanto parece, uma vez que cada um exigirá do trio a realização de determinada tarefa  extremamente arriscada e sem garantias de sobrevivência.
Além da ação, bastante expressiva e empolgante a partir do momento que eles começam a viagem rumo às terras dos dragões (o que não me deixou largar o livro um minuto sequer!), esse livro foca especialmente na questão do romance de Kelsey com seus tigres, que se vê a todo momento dividida entre os irmãos.
Outro ponto que merece destaque neste volume da série é a menção às culturas do mundo todo e às demais mitologias, que se mostra constante desde o primeiro livro da série (um diferencial e ponto bastante positivo para os livros da Colleen).

"- Em Shangri-lá, vocês encontraram objetos que atravessavam fronteiras míticas entre diversos povos. Os corvos Hugin e Munin dos nórdicos, as sereias dos gregos, o Mestre do Oceano do Tibete, os portões do espírito do Japão, até os kappa dos chineses em Kishkindha... todas essas coisas vão além das fronteiras da Índia e, por isso, comecei a explorar cidades que submergiram relatadas em outras culturas [...]"
(Colleen Houck, p. 232)

Com muita ação, emoção e reais provas de amizade e lealdade, A viagem do tigre conquistou meu coração de leitora como o favorito da série até o momento ♥ Resta ler agora o quarto volume da série e o spin-off e aguardar o lançamento do quinto livro, O sonho do tigre, para descobrir a conclusão dessa saga maravilhosa (*-*).

483 páginas | 1° edição | 2012 | Arqueiro








Nenhum comentário:

Postar um comentário