segunda-feira, 10 de outubro de 2016

Resenha {Livro} - O mensageiro (Lois Lowry)

Livro cedido em parceria com a editora Arqueiro para resenha ♡

Ansiedade definia o que senti esperando o terceiro livro da série O Doador de Memórias, O Mensageiro, apesar de um tanto decepcionada com o segundo livro da Lois Lowry, A Escolhida, que não chegou aos pés do primeiro. Mas o livro chegou e demorei a ler porque havia começado a leitura de It – A Coisa e ler outro, além de “It” é impossível (quem já leu sabe do que estou falando); sem mencionar que a vida de adulto é muito chata e não me deixa ter tempo para leituras. Enfim, consegui ler. 
O Mensageiro narra a história de Matty, que chegou há seis anos ao pacato Vilarejo. Há seis anos, Matty chegou ao pacato Vilarejo. Sob os cuidados de Vidente, um cego que tem uma visão especial, ele amadureceu e se adaptou à nova vida. Agora, espera receber seu nome verdadeiro, que determinará seu valor ali, como ocorre com todos os habitantes.
Contudo, algo nefasto está se infiltrando no Vilarejo, e os moradores, antes orgulhosos de receber forasteiros, passam a exigir que as fronteiras sejam fechadas para se protegerem.
Por ser um hábil mensageiro, Matty é encarregado de avisar os outros povoados sobre o bloqueio. Sua missão também tem outro grande objetivo: buscar Kira, a filha de Vidente, antes que seja tarde demais.
Ele é o único capaz de viajar pela Floresta, que já provocou algumas mortes. O problema é que ela também está se tornando um lugar perigoso para o garoto. Mas muitos dependem de Matty. Então, armado apenas de um poder recém-descoberto, ainda incompreensível e incontrolável, ele se arriscará a fazer o que talvez seja sua última viagem.”
O interessante deste romance é que conta a história, como pode ver, do personagem Matty que vemos em A Escolhida. E não se preocupe que, assim como os outros livros, esse é uma história independente onde podemos lê-lo sem conhecer os anteriores (mas indico que leiam todos por serem bons). 
O jovem mensageiro descobre que possui um dom, uma habilidade que esconde de todos, inclusive de Vidente. Assim, para melhor entender esse dom, o rapaz se aventura pelos caminhos da Floresta entregando mensagens nas regiões próximas a mando de Líder. E é nessa parte que a autora começa a fazer ligações e, se você leu os outros dois romances, irá compreender o que estou dizendo. Isso acaba mudando porque as pessoas no Vilarejo vêm apresentando um comportamento diferente e algumas morreram misteriosamente. É nessa parte que Líder precisa da ajuda de Matty para resolver este grande problema. O final? Bem, melhor vocês lerem. 
Portanto, o livro me prendeu pelo fato de ter ligação direta com O Doador de Memória”, que amo, e A Escolhida. Gostei também de rever o Matty e agora como protagonista. Mas, claro, que muitas perguntas ficaram sem resposta. Então, nos resta esperar o próximo volume, Son, que reunirá Clair, Jonas, Kira e Matty. 

Frase: "Ele se arriscará a fazer o que talvez seja sua última viagem."
(Louis Lowry, O Mensageiro)

Malfeito feito.

160 páginas | 1° edição | 2016 | Arqueiro





2 comentários:

  1. Coincidentemente terminei de ler A Escolhida ontem, e fiquei meio frustrada com o livro :/ Mas tudo bem, eu sei que tudo só começa a se ligar mais pra frente, então minhas expectativas continuam altas pra série como um todo. Adorei o Matt no segundo livro e tô curiosa pra conhecer ele como um adolescente (tô imaginando se ele mudou o modo de falar), e principalmente conhecer esse poder que ele esconde de todos. Só fico meio triste por ele não ter continuado a fazer as viagens entre os vilarejos da floresta e o da Kira como Christopher disse que ele faria :/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. É realmente frustrante o segundo livro. Mas muita água vai rolar.
      O Doador de Memórias é o melhor de todos.
      Eu li e fiquei tentando analisar as palavras que eu usava p me expressar.

      Excluir