quinta-feira, 12 de janeiro de 2017

Resenha {Livro} Pokémon Extreme (Venom Extreme)

Livro cedido em parceria com a editora Sextante para resenha ♡

Sinopse: Enquanto Venom espera seus amigos chegarem ao parque para jogar Pokémon Go, ele avista um Pokémon raro, que na verdade nunca esteve no jogo, e sai em sua perseguição.
De repente, um Pokéstop esquisito, todo colorido, surge na tela do seu celular.
Os acontecimentos estranhos continuam até que ele se vê no Mundo de Dentro, e o que era virtual passa a ser real.
Agora, ele vai precisar jogar de verdade e disputar batalhas perigosas para se defender, ajudar seus novos amigos Kira e Sato a recuperar o poder de seu ginásio e resgatar o Professor Oliveira, o único que pode auxiliar Venom a encontrar o caminho de volta.
Porém nada mais é tão simples quanto apertar um botão.

Tenho que começar dizendo que esse foi o meu primeiro livro de youtuber, então admito o meu receio em começar a ler, mas no fim de tudo certo, - fui até atrás do canal do Venom, já que não o conhecia antes de ler o livro -, mas infelizmente o conteúdo dele não faz muito o meu estilo, que no caso são vídeos sobre alguns jogos, e a maioria eu não conheço bem, só ouço algumas pessoas comentando sobre eles.
O livro tem uma linguagem bem fácil e com capítulos curtos, já que seu público alvo é o infanto-juvenil e os inscritos no canal do Youtuber, o que já ajuda bastante a trazer novos leitores para esse mundo novo que é a literatura, e não há nada mais prazeroso do que ler sobre algo a gente goste, e se eles gostam de consumir tais produtos, isso os direciona cada vez mais, sendo um livro de Pokemon Go ou algum livro que seja considerado “melhor para se ler”, como a série Harry Potter, entre muitos outros.  
Eu vi vídeos sobre o evento de lançamento do livro que teve em dezembro do ano passado aqui no Rio, e esteve realmente lotado, o que já é um grande ponto para o livro do Venom. Ele conseguiu conquistar um público, e isso é realmente muito legal pra qualquer pessoa que tenha um livro, sendo ele “renomado” ou não.
O livro usa do conhecido recurso da “Jornada do Herói”, e no momento em que comecei a entrar no universo do livro eu tive que baixar o Pokemon Go de novo. Mesmo que não tenha os mesmos conhecimentos como todo mundo tem, foi legal jogar e lembrar de algo que foi citado no livro, as piadas, referências e tudo mais. Eu lia e queria me empenhar como os personagens e até comprar alguma pelúcia dos que achava mais fofos; mas é claro que reparei que isso foi apenas um efeito da leitura, eu acabei me informando mais sobre os bichinhos, e isso me causou um repentino interesse a mais, já que quando criança não acompanhava como hoje em dia falam tanto - devo admitir que o Digimon me deixava mais animada, e até hoje me deixa um pouco; quem sabe não seja a próxima coisa que vai conquistar as crianças de hoje em dia e emocionar as antigas criança...

208 páginas | 1ª edição | 2016 | Sextante





Nenhum comentário:

Postar um comentário