sábado, 29 de abril de 2017

Resenha {Livro} - Meu jeito certo de fazer tudo errado (Klara Castanho e Luiza Trigo)

Sinopse: Giovanna – ou Nanna, como ela prefere ser chamada – acaba de se mudar de Campinas para São Paulo com os pais, já que a agência de modelos deles está em franca expansão. Apesar de sonhar morar na capital, não era bem naquele momento, no início do ensino médio, que ela planejava que isso acontecesse. Forçada a abandonar o conforto do conhecido para conquistar um mundo novo e hostil, ela tenta se habituar à nova vida. Logo faz amizades na escola e acaba se interessando por Miguel, um garoto que faz parte do grupo dos populares. Nanna passa a conviver com pessoas diferentes dela, que a tratam bem mas fazem coisas que ela não aprova, como fumar, beber, mentir para os pais e matar aula. Ao mesmo tempo, durante os passeios diários com seu cachorro, Nanna conhece Henrique, um vizinho todo certinho que aos poucos passa a ser seu confidente. Ela se vê, então, em situações novas e complicadas, precisando decidir entre o certo e o errado, para conquistar sua autonomia (apesar do controle dos pais), conseguir o afeto dos amigos e escolher quem será finalmente o dono de seu coração.
Livro cedido em parceria com a editora Arqueiro para resenha ♡

O livro surgiu a partir de uma parceria entre a atriz Klara Castanho e a autora Luly Trigo, que se conheceram na Bienal do Livro Rio de 2014 quando a atriz foi pedir autografo a autora. Um ano depois, quando as duas viraram amigas, a atriz apresentou à autora alguns textos e ideias que tinha e as duas se uniram para assim escrever a obra.
Eu comecei a leitura achando que seria apenas mais um livro adolescente e que eu não ia curtir tanto, já que não é mais tão minha realidade - e em alguns casos nunca foi - mas acabei me surpreendendo e o que achei que seria meu último jovem-adulto (ou YA) acabou sendo uma boa experiência, mesmo com ressacas literárias bem recorrentes que me dificultou em engrenar na leitura.

E mesmo estando de ressaca consegui identificar a fluidez, que é notável também por seus capítulos curtos e sua boa escrita, sendo composta por assuntos importantes e as consequências deles, o que tornou um livro que todos precisam ler. Ele contém sua grande importância, mas sem deixar nada muito na cara e maçante, e ficamos com certa curiosidade do que será do futuro de Giovanna em sua vida nova em SP.
Mesmo Giovanna sendo uma pessoa com uma personalidade ótima, bem decidida e com atitude, estando segura com seu estilo e com seus pais amorosos, ela decide que quer ser aceita em um grupo que Miguel faz parte, o menino por quem ela acaba se encantando, e eles são pessoas que se diverte bebendo ao extremo, fumando, matando aula e incentivar a mentir aos pais, fazendo Nanna deixar toda a sua essência de lado para ficar com eles, o que acaba afetando seu estilo de “roqueira despojada”, que era seu maior orgulho.
Porém, como nem tudo são as flores que parecem ser, ela começa a perceber que a maioria das coisas ali é falsa, começando pela “líder do grupo”, Manuela, que vive em uma vida de luxo que qualquer um gostaria de ter, mas que é uma farsa para abafar a falta dos pais que não lhe dão atenção, nos mostrando que “julgar um livro pela capa” nos surpreende de formas negativas, como foi com a Manu, e de positivas, como foi com Henrique, o vizinho de Giovanna, que tem um estilo oposto ao seu, com um jeito mais “engomadinho”, como a própria Nanna o chama, e mesmo com esse pré-conceito que ela cria de início, eles se dão uma chance de se conhecer melhor e acabam se tornando melhores amigos.
A edição do livro está maravilhosa, desde os começos dos capítulos, a lombada e a segunda e terceira capa, tudo feito com bastante carinho por parte da editora.


384 páginas | 1ª edição | 2017 | Arqueiro


Um comentário:

  1. Nossa que legal saber um pouco mais sobre esse livro. Assim que ele foi lançado pensei que seria mais um bobinho para passar o tempo, mas fiquei feliz em saber que ele tem conteúdo e mensagens para a vida, além de uma diagramação bem legal.
    Parabéns pela leitura e valeu por incentiva a leitura. Beijos

    Leituras, vida e paixões!!!

    ResponderExcluir