terça-feira, 12 de setembro de 2017

Curiosidades literárias: Karin Slaughter

Os novos livros da rainha do Thriller Karin Slaughter, lançados recentemente pela editora HarperCollins Brasil, são um “prato cheio” para os amantes do gênero. E em sua passagem pelo Brasil na 18ª edição da Bienal do Livro Rio no último fim de semana do evento, Karin contou sobre sua trajetória literária, demonstrando bastante simpatia e comprometimento com aquilo que ama: a escrita!

No último domingo (10/09), foi realizado pela editora HarperCollins Brasil um bate-papo de blogueiros com a escritora; e o Attraverso le Pagine marcou presença para trazer em primeira mão pra vocês o que foi falado durante o bate-papo *-*

Em respostas às perguntas dos leitores sobre o livro único Flores Partidas, relançado este ano pela HarperCollins com nova capa e jacket, Karin disse que se baseou numa história real que um agente do FBI lhe contou para escrever sua narrativa sobre a família Caroll.
Ainda sobre Flores Partidas, a autora contou que este foi o livro mais difícil para ela escrever, uma vez que assim como a família principal do romance, Karin é uma em três irmãs e uma de suas irmãs teve vício em metanfetamina durante um tempo - como a personagem Lydia da história.

Sobre o processo de criação de suas personagens, Karin disse que gosta de escrever sobre mulheres fortes porém não perfeitas, humanas, além de mulheres que não precisam ser salvas por personagens masculinos e sim são salvas por si mesmas. Ela também falou que gosta de trabalhar o passado de suas personagens, mostrando dessa forma o que os levou a serem como são, trabalhando sempre com o lado emocional destas - mesmo que assim ela se apegue às suas personagens como nós, leitores, fazemos.

Para os detalhes mais técnicos relacionados aos casos policiais de seus romances, Karin disse que procura conversar com agentes do FBI, policiais e investigadores em geral, bem como com médicos, legistas e analistas forenses, procurando sempre escrever estes detalhes da maneira menos didática possível, escrevendo sempre com um viés mais literário.

Por fim, quando questionada sobre possíveis filmes e séries de televisão, Karin disse que duas de suas séries literárias tiveram propostas de projetos neste sentido, completando que ela gostaria de ver o ator Rayn Reynolds interpretando uma de suas personagens.
Foto em grupo com a diva Karin *-*

Karin Slaughter se mostrou um exemplo de humildade e simpatia (além de uma fofura ), deixando esta leitora que vos escrever ainda mais empolgada para ler todos os seus livros.

E se você ainda tinha alguma dúvida sobre ler ou não os romances da Karin já publicados no Brasil, sugiro que vá agora mesmo à livraria mais próxima para comprar o seu e ler sem medo de se decepcionar!

Livros publicados no Brasil pela Record

Livros publicados no Brasil pela HarperCollins

Ps.: Em breve teremos aqui no blog a resenha do livro Flores Partidas e do conto prequel, A garota dos olhos azuis.


Nenhum comentário:

Postar um comentário