quinta-feira, 14 de setembro de 2017

Resenha {Conto} A garota dos olhos azuis (Karin Slaughter)

A garota dos olhos azuis, conto que precede o romance Flores partidas, da americana Karin Slaughter, narra a trajetória de Julia, a mais velha de três irmãs, momentos antes de desaparecer no campus de sua faculdade.
Julia Caroll é uma jovem universitária de 19 anos redatora do jornal da faculdade que está obcecada pelos recentes casos de desaparecimento de mulheres - em especial o sumiço repentino de uma estudante de sua faculdade, Beatrice Oliver -, fazendo com ela queira escrever no jornal sobre o desaparecimento da menina.

“Julia estava obcecada com o desaparecimento da garota. Dizia a si mesma que era porque queria cobrir a história para o Red & Black, mas a verdade era que ela estava morta de medo por saber que alguém — não qualquer pessoa, mas uma garota de sua idade — podia sair de casa e nunca mais voltar.”
(Karin Slaughter)

Indagando qual seria a motivação do sequestrador em raptar Beatrice, Julia descobre maiores detalhes sobre os casos mulheres desaparecidas e de vítimas de estrupo nos EUA no começo dos anos 1990 (época em que se passa a narrativa), e assim, descobrimos ao longo da leitura dados reais sobre esses tipos de vítimas - que vão desde a jovens universitárias, como Beatrice, a jovens desconhecidas, como Mona Sem Nome, uma das sem teto que recebe auxílio onde Julia trabalha como voluntária.

Apesar de curto (e um tanto parado, por assim dizer, no começo), o desenrolar da trama consegue prender a atenção do leitor, deixando no final aquele famoso “gostinho de quero mais” - que espero satisfazer ao ler o romance Flores Partidas.

No mais, recomendo a leitura deste prequel, em especial aos fãs de literatura policial, mistério, thriller e afins, ou quem quer conhecer o estilo da autora. E aproveita que ele tá de graça na Amazon (link logo abaixo)

68 páginas | 1ª edição | 2016 | Harper Collins Brasil | Baixe e leia gratuitamente para o Kindle (aplicativo ou dispositivo) da Amazon clicando aqui




Comente com o Facebook:

4 comentários:

  1. Amiga adorei conferir suas impressões desse conto. Como te falei, tenho ele aqui e pretendo ler ainda essa semana. Não sabia que ele precedia o livro Flores Partidas, mas dependendo do meu envolvimento pretendo investir no livro sim. Beijos e adorei a dica de suspense.

    Leituras, vida e paixões!!!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá, amiga.
      Agradeço a visita e espero que você possa ler este conto (e o livro!) em breve, pois ambos valem muito à pena *-*

      Excluir
    2. Amiga li esse conto ontem. Achei ele muito interessante e posso dizer que foi até uma forma de alerta da autora para suas leituras, concordas!!??
      Mas confesso que fiquei muito chatiada no final, porque a Júlia passa o tempo todo se questionando e até se preocupando com a segurança de outras pessoas, para no fim dá aquele vacilo. Que raiva. Acredita que tive até pesadelo com a situação, afinal é bem crível e real. Uma realidade triste do mundo. Li a introdução do livro Flores partidas e fiquei com dó dos pais da Júlia, aff. Não sei se terei estrutura para ler o livro, vou ler sua resenha. Quem sabe!!?? Beijos

      Excluir
    3. Concordo, é um bom alerta pros leitores. E acho que o fato da Julia ter falhado com a própria segurança no final também foi com esse fim.
      O "Flores partidas" tem hora que dá dó mesmo, principalmente do pai :'( Mas vale super à pena a leitura!

      Excluir