quinta-feira, 16 de novembro de 2017

Resenha {Livro} Esposa perfeita (Karin Slaughter)

Exemplar de cortesia da editora

Esposa perfeita faz parte da série do detetive Will Trent, porém apesar de ser o oitavo livro da referida série, dá para se situar bem em alguns detalhes sobre a vida das personagens principais no decorrer da leitura.

Antes da história propriamente dita, logo de cara nos deparamos com um prólogo arrasador que narra nascimento e morte sem, porém, identificar a quem estes se referem - o que descobriremos mais à frente do livro.

Então começa a história. Estamos diante da cena de um crime: um ex-policial fora assassinado e cabe à equipe dos policiais Will Trent e Faith descobrir quem foi o responsável por esta morte. Só que esta não será uma simples investigação de assassinato: o local onde encontraram o corpo do ex-policial pertence a Marcus Rippy, famoso jogador de basquete acusado de estupro e que estava sendo investigado por Will. E como se isso não bastasse, alguém do passado de Will possivelmente estaria envolvido neste novo caso.

“Era a sensação que Faith sentira o dia todo: algo não estava batendo.
Faith odiava quando as coisas não batiam.”
(Karin Slaughter, p. 123)

Nada é como parece e agora que Will está diretamente ligado ao caso, seu passado poderá vir à tona, trazendo suas dores e medos à superfície.

Abordando temas como violência doméstica, relacionamento abusivo, violência contra a mulher, entre outros “tabus” da nossa sociedade, Karin constrói em Esposa perfeita um thriller repleto de reviravoltas e personagens e situações críveis, reforçando o conceito da sociedade machista que trata a mulher como a vilã e o homem como o mocinho mesmo quando tudo aponta para o lado contrário.

“[...] O mundo poderia criar todos os tipos de desculpas quando um homem estuprava e surrava uma mulher. Mas não tantas quando era uma mulher que fazia isso.”
(Karin Slaughter, p. 445)

Assim, indo além do romance policial convencional, Esposa perfeita mostra o lado pessoal dos personagens da narrativa, dando-lhes um aspecto mais humano e verossímil ao terem parte de suas histórias de vida contadas.
Meu livro lindo autografado <3

Mais uma vez estou encantada por algo escrito desta autora e mal posso esperar para ler seus outros livros lançados.
Sobre a série Will Trent aqui no Brasil, este foi o primeiro lançado pela editora HarperCollins. Os livros 1, 2, 3 e 4 foram lançados pela editora Record, e por enquanto não há maiores informações sobre os demais livros.

461 páginas | 1ª edição | 2017 | HarperCollins Brasil






Comente com o Facebook:

Nenhum comentário:

Postar um comentário